A tragédia do Chapecoense

Share Button

15170986_10202609233668848_4735815767762906147_n

ng7919003EPA/MARCIO CUNHA

Avião tinha 81 pessoas, autoridades confirmam seis sobreviventes. Equipa brasileira ia disputar final da Taça Sul-Americana

Um avião com 81 pessoas a bordo, da equipa de futebol brasileira do Chapecoense, despenhou-se esta terça-feira na Colômbia. O acidente causou a morte a 75 pessoas e apenas sete foram resgatadas com vida – um dos jogadores que sobreviveu ao embate, no entanto, terá acabado por morrer no hospital, segundo os jornais locais.

A autoridade aeronáutica civil disse, em comunicado, que sobreviveram três jogadores, Alan Ruschel os guarda-redes Jackson Follmann, Marcos Danilo Padilha. Este último, no entanto, mais conhecido como Danilo, acabou por morrer no hospital.

Um segundo comunicado substitui o nome de Danilo pelo do jogador Hélio Hermito Zampier Neto, mais conhecido como Neto, que foi mais tarde encontrado com vida. Está em estado considerado muito grave.

Além dos jogadores sobreviveram dois tripulantes, a assistente de bordo Ximena Suárez e o técnico Erwin Tumiri, e ainda o jornalista Rafael Hensel.

via : DN

15178102_10202609236348915_2288279773888096980_n

Share Button

Leave a Reply

Your email address will not be published.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.