Forum

Share Button

Tracert – Como Utilizar  

  RSS

Duarte Spínola
(@kbase)
Trusted Member Admin
Joined: 2 years ago
Posts: 73
02/05/2019 12:37 am  

Tracert (traceroute) é uma ferramenta que permite a partir da linha de comandos, obter informações sobre o encaminhamento dos pacotes até um determinado destino (site, servidor,…).

Através do envio de pacotes ICMP (Internet Control Message Protocol) e resposta dos diferentes equipamentos da rede será possivel detetar a rota dos pacotes e identificar problemas de comunicação / roteamento.

Sintaxe do comando Tracert 

tracert [-d] [-h máximo_de_saltos] [-j lista_de_hosts] [-w tempo_limite] [-R] [-S srcaddr] [-4] [-6] [nome_do_destino]

Sintaxe do comando tracert

Parâmetros:

  • -d – Impede que tracert tente resolver os endereços IP de roteadores intermediários para os respectivos nomes, acelerando a exibição dos resultados de tracert.
  • -h máximo_de_saltos – Especifica o número máximo de saltos no caminho para pesquisar o destino. O padrão é 30 saltos.
  • -j lista_de_hosts – Especifica que as mensagens de solicitação de eco utilizem a opção Rota ampliada de origens no cabeçalho IP com o conjunto de destinos intermediários especificado em lista_de_hosts. Com o roteamento ampliado de origens, é possível separar destinos intermediários sucessivos por um ou vários roteadores. O número máximo de endereços ou nomes na lista de hosts é 9. A lista_de_hosts é uma sequência de endereços IP (em notação decimal pontilhada) separados por espaços (apenas IPv4).
  • –w tempo_limite – Especifica o tempo, em milissegundos, de espera pela mensagem ICMP do tipo “Time Exceeded” (Término de tempo) ou “Echo Reply” (Resposta ao eco) que corresponde a uma determinada mensagem de solicitação de eco a ser recebida. Se a mensagem não for recebida no tempo limite, será exibido um asterisco (*). O tempo limite padrão é 4000 (4 segundos).
  • -R – Trace round-trip path (IPv6-only)
  • -S – Source address to use (IPv6-only)
  • -4 – Force using IPv4.
  • -6 – Force using IPv6.
  • nome_do_destino – Especifica o destino, identificado pelo endereço IP (ex. 195.22.9.122) ou pelo nome do host (kbase.pt).
  • /? Exibe ajuda no prompt de comando.

Como utilizar Tracert

Aceder à linha de comandos no Windows

Para executar o comando necessita de aceder à linha de comandos do sistema operativo, em que neste artigo será utilizado o Windows 10. No teclado pressionar a tecla Windows + r (opção Executar / Run) e digitar cmd e teclar Enter (ou clique em OK).

Exemplos de comandos tracert

Tracert (com resolução dos nomes)

Inserir tracert domínio/ip (no exemplo abaixo foi inserido o parâmetro -4 para forçar ligação através de ipv4 ao Google.com) e teclar Enter

tracert  -4 www.google.com

Como pode ser verificado abaixo, foram apresentados 9 saltos que correspondem aos equipamentos que compõem a rede entre o meu router (1) até ao servidor da Google (2).

Tracert (sem resolução dos nomes)

Podemos executar o comando novamente mas acrescentando o parâmetro –d para evitar a resolução dos nomes associados aos IP’s, desta forma o comando é executado com maior rapidez.

tracert  -d -4 www.google.com

Tracert (Request timed Out)

No exemplo abaixo para o sapo, verificamos que no saltos 7, 8 e 9 foram apresentados * “Request timed out.”, Significa que os equipamentos de rede não respondem aos pedidos ICMP, que por vezes são configurados para não dar resposta a pedidos.

Mas como podemos verificar no passo 10 conseguimos chegar ao servidor de destino do www.sapo.pt que tem o IP 213.13.146.142.

tracert  -d -4 www.sapo.pt

Nota: caso seja necessários mais de 30 saltos (valor por defeito) para chegar ao destino, podemos aumentar o numero de saltos, acrescentado o parâmetro –h e especificar o numero de saltos (ex. 60): tracert –h 60 kbase.pt

Outras ferramentas de diagnóstico:

NETSTAT- identificar e filtrar as ligações

nslookup – Pesquisa ao domínio

 

Fonte: https://www.kbase.pt/tracert-como-utilizar/


Quote
Share:
Share Button