Forças Armadas turcas afirmam ter tomado o poder no país

Share Button

O exército turco diz que o seu objetivo é proteger a democracia e manter os direitos humanos, acrescentando que as relações externas são para manter e que a letra da lei será uma prioridade.

ng7322354

As forças armadas da Turquia, num comunicado de imprensa enviado por email, afirmam ter tomado o poder no país. Mais tarde, os militares ocuparam a televisão estatal turca, que por momentos parou de transmitir, e que agora se limita a passar mensagens dos militares. O exército diz que uma nova constituição será preparada assim que possível, que o governo não tem respeitado a lei, e que o país agora é gerido por um “conselho da paz” que vai garantir a segurança da população.

Há relatos que dão conta que os militares controlam os aeroportos e pontos estratégicos de Istambul.

Como tudo começou:

Na Turquia há registo de disparos em Ancara. Várias testemunhas, citadas pela agência Reuters, revelam ter ouvido tiros, ao mesmo tempo que aviões e helicópteros militares sobrevoavam a capital turca.

Também em Istambul há meios militares a sobrevoar a cidade. O canal de notícias NTV adianta entretanto que foram fechadas as duas pontes sobre o Bósforo e que ligam a Europa à Ásia. Sobre as pontes mantém-se inúmeros veículos.

O primeiro-ministro turco, Binali Yildirim, disse numa comunicação na televisão turca que se trata de uma tentativa de tomada do poder por parte dos militares. Binali Yildirim pede calma à população e garante que já foram tomadas medidas militares para travar este golpe. O governante garante ainda que nada vai por em causa a democracia Turca e que os responsáveis vão pagar um preço elevado.

Todos os voos de e para o Aeroporto de Istambul Atatürk foram cancelados, segundo a Reuters.

A CNN turca dá conta de que foram feitos reféns no quartel-general das forças armadas de Ancara, algo que foi desmentido mas que o presidente Recep Tayyip Erdogan está seguro.

O acesso às redes sociais no país já foi limitado.

Via  : TSF

Umit Bektas/Reuters

Share Button

1 Comment

  1. Un golpe de Estado fallido sumió en la noche de este viernes en una situación caótica a Turquía

Leave a Reply

Your email address will not be published.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.