Homem que manteve pitbull como escravo sexual é liberado sem punições

Share Button

Um homem foi denunciado às autoridades após ter sido visto em um parque de Salavat, na Rússia, abusando sexualmente de seu cão pitbull, mas a polícia ignorou a denúncia e se negou a capturar o indivíduo.

Uma testemunha se sentiu realmente indignada com a cena e decidiu entrar em contato com um grupo de ativistas pelos direitos dos animais, e foram eles quem se encarregaram de resgatar o cão e de levá-lo urgentemente a uma clínica veterinária.

O cão foi atendido e teve que se submeter a três cirurgias. A situação era tão grave que a equipe chegou até a cogitar sacrificá-lo, mas finalmente eles se decidiram por lutar pela vida do pitbull Ramzes, que atualmente ainda se encontra em processo de reabilitação.

Em busca de justiça

A ativista russa Marina Yusupova criou uma petição na plataforma Change.org onde pede que esse homem seja preso antes que consiga outro cão para fazer o mesmo que fez com Ramzes. A petição já conta com mais de 52 mil assinaturas. Ela espera com isso que se consiga fazer justiça diante a terrível situação que Ramzes teve que suportar.

Tradução de Flavia Luchetti

Fonte: HSB Notícias

via : olharanimal

Share Button

Leave a Reply

Your email address will not be published.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.