Morreu o irmão do menino que se tornou símbolo da guerra da Síria

Share Button

“Omran tornou-se no símbolo global do sofrimento em Aleppo. Ali é a realidade: nenhuma história tem um final feliz na Síria”, diz ativista.

naom_57b89b6662e67

Omran Daqneesh tem apenas cinco anos e tornou-se no rosto dos confrontos vividos na Síria, quando a sua casa em Qaterji, um bairro de Aleppo, foi atingida por um ataque aéreo russo.

O menino, de rosto impávido, repleto de pó e sangue, tornou-se num símbolo daquela guerra, enquanto muitos poucos saberão que o seu irmão de dez anos faleceu na sequência do mesmo ataque, tornando-se assim no rosto da outra parte da guerra: a dos que a ela não sobrevivem.

Ali morreu este sábado, não tendo resistido aos ferimentos sofridos na sequência do mesmo ataque, reporta o The Telegraph. O menino estaria a brincar na rua quando a sua casa explodiu na sequência de um ataque na quarta-feira. Enquanto a restante família sofreu apenas ferimentos ligeiros, Ali terá estado mais exposto à explosão e acabou por falecer no hospital.

A família despediu-se este sábado de Ali, numa cerimónia que contou com a presença de Omran, que já regressou a casa, e dos outros dois irmãos.

“Omran tornou-se no símbolo global do sofrimento em Aleppo, mas para muitos ele é apenas isso, um símbolo. Ali é a realidade: nenhuma história tem um final feliz na Síria”, escreveu nas redes sociais um ativista sírio.

Via :noticiasaominuto

Share Button

Leave a Reply

Your email address will not be published.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.